INICIAPF logo

Esqueces-te a tua palavra-passe?

Preenche o endereço de e-mail para receberes a hiperligação de redefinição da palavra-passe.

loader

INICIA PF logo

Enviámos-te um e-mail

Clica na hiperligação e segue as instruções para redefinir a palavra-passe. Se não recebeste nenhum e-mail, consulta a pasta de spam.

INICIA PF logo

Enviámos um e-mail de confirmação.

INICIAPF logo

Voltar a enviar o meu e-mail de confirmação

Introduz o teu endereço de e-mail para receberes o e-mail de confirmação.

loader

EU E O MEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Deixar o meu gato sozinho

Se partilhas a tua vida com um gato, podes interrogar-te se é uma boa ideia deixar o teu amigo felino sozinho. Como deves saber, o teu gato ou gatinho pode passar algumas horas por conta própria. E deixá-lo sozinho durante todo o dia ou por alguns dias? Acreditamos que, com a preparação adequada, o teu gato pode lidar com isso e adaptar-se a estar na sua zona de conforto e sentir-se seguro enquanto está em casa sozinho. Segue as nossas orientações para saberes como.

Deixar um gatinho sozinho para aumentar a autoconfiança dele

Antes da chegada à tua casa, o teu gatinho já estava habituado a ficar algumas horas sozinho com a mãe dele. Com menos de quatro meses, ele não deve ser deixado sozinho por mais do que algumas horas. Os gatinhos jovens ainda são frágeis e precisam de ser seguidos regularmente. Nesta idade, a tua presença é especialmente benéfica visto que possibilita interações positivas e estimulantes contigo. O tempo que passam juntos também faz crescer a vossa ligação. Se saíres de casa, certifica-te de que o ambiente dele é adequado para gatinhos (ou seja, remove quaisquer potenciais perigos) e deixa-lhe muitos brinquedos seguros para gatinhos, desenhados especialmente para o teu gato quando ele está sozinho, e dispensadores interativos para o manter ocupado. Aos quatro meses podes começar a deixar o teu gatinho sozinho por períodos de tempo ligeiramente mais longos, e verificar se ele ainda está feliz e confortável quando voltares. Lembra-te de que deixar o teu gatinho sozinho por curtos períodos de tempo é uma boa maneira de o ensinar a lidar com isso, a encontrar uma nova maneira de gastar o tempo dele e a ocupar-se... Ele deve tornar-se um gato feliz, confiante e independente.

Quanto tempo posso deixar o meu gato sozinho?

Os gatos adultos devidamente ensinados são capazes de se manter ocupados e contentes em casa sozinhos por algumas horas de cada vez. Eles podem desfrutar de momentos de paz e de silêncio para que possam dormir. No entanto, cada gato tem a sua própria personalidade e hábitos. Se dedicares algum tempo a observar o comportamento do teu gato diariamente, quando estás em casa com ele, terás certamente uma ideia muito mais clara de quanto tempo ele poderá ficar sozinho. Se ele parece precisar de estar sempre na mesmo divisão que tu, mia repetidamente quando sais da sala ou tem um comportamento pouco comum quando te ausentas por um período curto de tempo (por exemplo, não usa a caixa de areia), este pode ser um sinal de que ele se sente ansioso quando não estás por perto. Se o comportamento do teu gato parece fora do comum, não hesites em falar com o teu veterinário. Ele vai ajudar-te a identificar a raiz do problema e a encontrar soluções para que o teu gato recupere a paz e serenidade dele. Por outro lado, talvez partilhes a tua vida com um felino muito independente, cuja atividade preferida é explorar o ambiente dele ou estar fora no jardim durante horas. Neste caso, com a preparação adequada, o teu gato provavelmente vai ficar bem a maior parte do tempo em que estiver sozinho durante alguns dias, desde que alguém venha regularmente alimentá-lo, brincar com ele e limpar-lhe a caixa de areia. Resumidamente, alguns gatos precisam de muito mais atenção por parte dos donos e terão mais dificuldade em ficar sozinhos. Prestar muita atenção à personalidade e comportamento do teu gato ainda é a melhor maneira de garantir o bem-estar dele.

Deixar o meu gato sozinho enquanto estou no trabalho

A maioria de nós trabalha fora de casa e deixa os nossos adorados animais de estimação passar uma parte significativa do dia deles por conta própria. Se estiveres fora desde manhã cedo até ao fim do dia e não tiveres a oportunidade de aparecer à hora do almoço, é importante que encontres um vizinho, amigo ou cat-sitter que apareça regularmente para brincar com o teu gato e verificar se ele está bem. No entanto, esta não é necessariamente uma opção viável diariamente, a longo prazo. Seja qual for a opção que escolheres, há algumas coisas importantes em que pensar se estiveres a pensar em deixar o teu gato sozinho em casa. Primeiro, certifica-te de que dás ao teu gato comida e água limpa suficiente para o dia. Verifica novamente se removeste do alcance do teu gato quaisquer objetos ou produtos potencialmente perigosos. Por último, não subestimes a importância de um ambiente estimulante para manter os dias dele divertidos e evitar o tédio. Se tens um gato de exterior, ele também vai beneficiar de muitas fontes naturais e excitantes de estimulação. Abaixo estão indicadas várias maneiras de melhorar a qualidade de vida do teu gato e animar o dia dele enquanto estás no trabalho.

CARREGA MAIS

Dicas para deixar o teu gato sozinho em casa

Aqui estão algumas dicas para manteres o teu gato entretido enquanto estás no trabalho:

  • Começa por ter a certeza de que há luz natural suficiente nas áreas frequentadas pelo gato.
  • Tenta criar vários poleiros em toda a casa, especialmente com vista para uma janela, para que o teu gato possa divertir-se a ver o que está a acontecer lá fora.
  • Não poupes em brinquedos, uma fonte infinita de diversão e estimulação.
  • Uma árvore para gatos é uma boa maneira de deixares o teu gato trepar com segurança.
  • Uma fonte de água para gatos também é uma boa opção para tornar a água novamente interessante
  • Porque não deixar o rádio ou a televisão com um volume baixo para fazer companhia ao teu gato?
  • Pensa também num jardim interior ou exterior pensado para gatos com plantas saborosas que o teu gato vai gostar de trincar, tal como erva gateira ou menta para gatos.
  • Se tens mesmo um jardim, pondera criar uma área cercada segura para gatos e deixar o teu gato lá fora durante o dia. Certifica-te de que ele tem sombra suficiente, bem como comida e água. Uma gateira programável possibilitará que o teu gato saia e prevenirá que outros animais entrem. Para mais informações sobre os benefícios de deixares o teu gato sair, consulta o nosso artigo: prós e contras de deixar o meu gato sair de casa.
  • Por fim, pondera adotar um segundo gato. Muitos gatos gostam da companhia de outro felino desde que tenham feitios e personalidades compatíveis... Isto irá levar algum tempo e requer uma fase de adaptação de algumas semanas antes de os deixar sozinhos durante as horas de expediente, mas pode ser uma boa solução para o ritmo de trabalho a longo prazo...

Devo deixar o meu gato sozinho durante a noite?

Se o teu gato fica confortável em ficar sozinho numa base regular diária, é provável que ele seja capaz de lidar com ficar sozinho durante a noite ou por um dia. Neste caso, tem em conta as seguintes dicas adicionais:

  • Certifica-te de que o teu gato tem muita comida e água. Apesar de poderes ter um dispensador automático de comida e uma fonte, recomendamos também que deixes água limpa e comida em tigelas pela casa como plano de emergência.
  • Certifica-te de que a temperatura interior é confortável para o teu gato. Se vives numa região propensa a calor ou frio extremo, podes pensar em investir num sistema de refrigeração ou aquecimento programável, caso ocorra uma onda de calor ou frente fria inesperada.
  • Períodos de tempo mais longos devem sempre envolver um cat-sitter, vizinho ou outra pessoa que passe algum tempo com o teu gato e limpe a caixa de areia (mesmo que haja mais do que duas).
  • Deixa duas caixas de areia pela casa, para permitir que o teu gato se mantenha limpo e confortável.
  • Por fim, quanto mais tempo o teu gato estiver sozinho em casa, mais importante é dar-lhe um ambiente estimulante. Tenta algumas das dicas na lista acima para criar um ambiente estimulante e confortável para o teu gato.

Dicas para deixar os gatos durante as férias

Independentemente do quão independente o teu gato é, não recomendamos que o deixes sozinho sem visitas diárias de um amigo ou um cat-sitter profissional por mais de dois ou três dias. Atualmente, existem muitas opções para cuidar do teu gato enquanto estás longe. Tem em conta que os gatos tendem a ser animais territoriais e independentes. Estão geralmente ligados ao ambiente doméstico deles e normalmente demoram muito mais tempo do que um cão a habituar-se a novos cenários. Consequentemente, a melhor opção é teres um pet-sitter que visite o teu gato em vez do tradicional hotel para animais de estimação. Alguns pet-sitters poderão ainda ficar em tua casa, se preferires essa opção. Independentemente do que decidires, tem sempre em conta a personalidade, idade, estilo de vida, saúde e hábitos do teu gato.