INICIAPF logo

Esqueces-te a tua palavra-passe?

Preenche o endereço de e-mail para receberes a hiperligação de redefinição da palavra-passe.

loader

INICIA PF logo

Enviámos-te um e-mail

Clica na hiperligação e segue as instruções para redefinir a palavra-passe. Se não recebeste nenhum e-mail, consulta a pasta de spam.

INICIA PF logo

Enviámos um e-mail de confirmação.

INICIAPF logo

Voltar a enviar o meu e-mail de confirmação

Introduz o teu endereço de e-mail para receberes o e-mail de confirmação.

loader

MOVE

Como estimular o teu gato de interior?

Enriquece o reino do teu gato e mantém-no feliz

O estilo de vida dos gatos tem evoluído significativamente no mundo atual, visto que os gatos vivem frequentemente em ambientes fechados e deixaram de precisar de caçar para se alimentar. Ambas estas mudanças incentivam um estilo de vida mais sedentário, com níveis de atividade física que estão longe do que o teu enérgico amigo naturalmente faria.

Embora o teu gato não necessite de espaços grandes para viver, precisa, no entanto, de um ambiente estimulante onde possa ser ativamente incentivado a brincar, esconder-se, explorar, trepar, arranhar, marcar, observar e, claro, dormir. Podes obter facilmente um ambiente rico em estímulos se explorares o teu espaço interior verticalmente, com recurso a árvores para gato, cordas para gato e outros móveis elevados, como prateleiras para janelas ou armários altos. E, além da estimulação física da escalada, o teu gato vai adorar ser capaz de espiar as pessoas, objetos e pequenos animais a partir de um ponto privilegiado, aumentando assim o bem-estar psicológico e fisiológico dele!

Estar atento para manteres o teu gato ativo

Permitir que o teu gato siga os seus instintos naturais, tais como os seus comportamentos predatórios, é muito importante para o bem-estar dele. Tendo isto em conta, seria ideal dar ao teu gato acesso livre a um espaço seguro ao ar livre, onde ele possa caçar e brincar o quanto lhe apetecer. Se as áreas ao ar livre nas imediações forem seguras, recomendamos que deixes o teu gato aceder-lhes sem restrições. No entanto, se não for esse o caso, podes pensar em construir alguma forma de vedação, de modo a permitir que o teu gato possa beneficiar de estimulação ao ar livre num ambiente seguro.

Comentário de Anne-Claire Gagnon, especialista em comportamento felino: - “O exercício físico feito ao explorar e brincar tem vários benefícios que ultrapassam o gasto de energia e a queima de calorias e contribuem para o bem-estar geral: aumenta a estimulação mental e a massa muscular e, consequentemente, melhora o metabolismo, a mobilidade e o fluxo sanguíneo do teu gato e, ao brincar na tua companhia, reforça naturalmente a ligação entre ti e o teu gato.”

Atividades para estimular o teu gato de interior, pela Perfect Fit

CARREGA MAIS

“Diversão felina para todos”

Ao preparares-te para brincar com o teu gato de interior e estimulá- lo, tem em mente que ele estará geralmente mais recetivo a certos tipos de jogos e interações, sendo os mais populares os que envolvem movimentos rápidos e imprevisíveis, brinquedos que chiam, simulações de caça e recompensas na forma de guloseimas! Uma alternativa igualmente estimulante para quando não estiveres em casa é uma árvore para gatos que permita que o teu gato faça exercício, arranhe, trepe, se esconda e fique à espreita! Alterar a configuração do ambiente dele de vez em quando para mudar um pouco as coisas vai ajudar a manter a curiosidade inata dele.

Curiosamente, um outro tipo muito alternativo de estimulação é um amigo canino. Na verdade, estudos têm revelado que se tiveres um cão, o teu gato poderá substituir algum do tempo dele gasto a pensar em comida por tempo gasto a interagir com o amigo canino, diminuindo assim a suscetibilidade ao aumento de peso!

Comentário de Anne-Claire Gagnon, especialista em comportamento felino: “Quem imaginaria que também podes estimular o teu gato com a alimentação? Isto é verdade por duas razões. Em primeiro lugar, está comprovado que promover a ingestão adicional de água dando ao teu gato alimentos com alto teor de humidade, ou "alimentos húmidos", aumenta o nível de atividade do teu gato. Em segundo lugar, estimular o teu gato com jogos em que ofereces granulado ou outras guloseimas como recompensa pela participação dele é um bom método para evitar o tédio com brincadeira!”

Conhecermo-nos uns aos outros

Embora seja positivo que encorajes o teu gato a movimentar-se, é importante não exagerar e respeitar o ritmo fisiológico do teu companheiro. Nas fases iniciais de interação, é melhor limitares as vossas brincadeiras a 2-3 minutos. As brincadeiras e a interação normal não deverão ser forçadas e não deves perturbar a tranquilidade do teu gato. Aconselhamos-te a só interagires com o teu amigo quando sentires que ele está recetivo!

Cada gato é único, bem como as suas preferências e exigências. O nível ideal de exercício do teu gato pode depender de uma série de fatores congénitos, tais como a raça, a idade, ou mesmo o historial anterior de doenças. Para saberes em que medida estes fatores afetam o teu gato, recomendamos que fales com o teu veterinário.